Objetivos Pedagógicos

 
 

 O externato sustenta a sua intervenção educativa e, simultaneamente, social nos valores e princípios educativos que nortearam a respetiva fundação.

 Assume-se, pois, como uma instituição livre, laica e democrática, tendo como objetivo cimeiro a educação para todos.

 É nossa convicção que aceitar e incluir a diferença, seja de que natureza for, permite que as crianças sejam capazes de entendê-la como um fator de enriquecimento na construção do seu próprio Eu e na construção/valorização do conhecimento, por via da interação social entre pares e com a comunidade.

 No âmbito da nossa prática pedagógica, promovemos e fomentamos nas nossas crianças, ao nível do APRENDER a SER, valores como:

  • o Respeito e a Tolerância;
  •  
  • a Amizade e a Solidariedade;
  •  
  • a Autonomia e a Responsabilidade;
  •  
  • a Verdade e a Honestidade.
  •  

Ainda no que à nossa prática pedagógica diz respeito e, aludindo aos aspetos que se prendem com a construção dos saberes, APRENDER a SABER, são desígnios da formação/educação que pretendemos veicular nas nossas crianças:

  • Habilitar as crianças de uma base sólida de conhecimentos que possam contribuir para o seu sucesso ao longo do seu percurso escolar futuro;
  •  
  • Promover e valorizar nas crianças a competência, o rigor e a capacidade de trabalho;

  • Fazer uso processos educativos capazes de desenvolver a atenção a memória e o pensamento e o raciocínio das crianças;

  • Habilitar as crianças de competências que as tornem capazes de resolveram situações problemáticas dentro e fora do contexto do externato.

 Finalmente, a nossa prática pedagógica tem também em vista a interação das crianças com o meio e a comunidade envolvente na qual se inserem.

 Neste sentido, tomando por princípio que o individuo se constrói, também, a partir da interação com o meio físico e social em que se insere, acreditamos que será através da construção de um sentimento de pertença positiva e da interação com o grupo e a comunidade, que a criança será capaz de se afirmar enquanto ser único e individual.

Por conseguinte, outro vetor da nossa prática pedagógica assenta no princípio que as crianças devem APRENDER A VIVER EM COMUNIDADE e a escola deve, no âmbito das suas dinâmicas internas e através da interação com a Comunidade, possibilitar às crianças o exercício da Cidadaniae promover a cooperação entre pares.

O nosso externato pretende, assim, dotar as crianças de competências pessoais e sociais capazes de as tornarem cidadãos ativos, participativos, interventivos e conscientes do mundo que os rodeia, favorecendo o desenvolvimento da capacidade reflexiva, da problematização e do espírito crítico face à realidade.

Conheça o nosso Projeto Educativo:

Projeto_Educativo.pdf